Tokyo : Tokyo Dome: Parque, diversão e despedida [Rota Japão dia 13: 31/01/2019]

Último dia em Tóquio e parece que a cidade já amanheceu triste só de pensar na nossa partida.  Um dia nublado, bem fechado com alguma chuvinha a qualquer momento, o que não nos animou a ir visitar a torre de Tóquio e avistar a cidade lá de cima ou, no caso, não vistar! É a mesma frustração do turista que vem ao Rio e sobe o Pão de Açúcar e não vê o Rio de Janeiro, pois o dia está completamente encoberto.  Pensando assim, evitamos o desgaste e o gasto e fomos direto ao nosso segundo trajeto proposto para este dia: voltar ao Tokyo Dome, onde finalmente  as meninas iriam aproveitar o dia no parque de diversões, nos brinquedos e outras atrações do local!

Dia nublado com muitas nuvens

Como em muitos parques ao redor do  mundo,  algumas atrações do Tokyo Dome City ficam fechadas no inverno.  Eles aproveitam a baixa temporada para manutenção das peças, garantindo assim a segurança dos usuários.   Por isso, a mega montanha russa, que passa até no meio dos prédios, estava fechada para manutenção.  Mesmo assim, ainda teriam muitos outros brinquedos e atrações divertidas para escolher e se divertir durante o dia.  É possível comprar passes individuais ou para o dia todo.  Assim, se você comprar o passe para o dia todo, pode ir em qualquer atração quantas vezes quiser, desde que seja liberado para sua idade e tamanho.  Querendo ir em uma atração só, pode-se comprar também o bilhete individual.  Escolhemos então liberar o passe delas e comprar para nós apenas a roda gigante e Rafael ainda se aventurou com elas na Sky Flower, que vamos falar mais adiante.

As atrações têm limitação de idade e altura, principalmente altura, e isso deixou a pequena loira bem irritada, ao ponto de declarar que estava sendo o pior dia de toda a sua vida!  Mas depois de muita conversa ao longo da manhã ela percebeu que ainda tinha muuuitos outros brinquedos que ela poderia ir sem problemas e se divertir quantas vezes quisesse. Logo logo o dia havia se transformado – do pior para o melhor dia de todos!

Sorriso de quem está se divertindo mesmo sozinha!

Começamos por onde todos juntos íamos, a roda gigante, e lá de cima dá pra ter uma vista da cidade bem legal, mas neste dia um tanto triste e nublada.

Isabel dentro da cabine da roda gigante

Beatriz foi a mais corajosa de todos e foi várias vezes, até sozinha mesmo, na barca viking, eu não tive e  nem tenho coragem de ir nesse negócio, de fato apenas dei minha volta na roda gigante e depois passei o dia todo de acompanhante da diversão da família.

Bia sozinha na barca viking

O mais divertido para os três foi o Sky Flower, eles até tentaram ir os três juntos mas cada “balão” pode levar um máximo de peso determinado e mesmo tirando os casacos os três juntos ainda passavam um pouquinho do peso, e aqui não tem conversa! Então a Bibia resolveu ir sozinha em outro “balão”. A cesta tinha, segundo elas, o piso de vidro e subia bem devagar até uma altura de mais de 60 metros do chão e depois descia em queda livre.  Nunca as vi gritando tanto! E mesmo assim adoraram a adrenalina.

Vista do Sky flower de longe
Os aventureiros iniciando a viagem aos céus

Foi um ótimo dia de diversão! Isabel gostou muito de tudo e saímos de lá já de noite depois de lanchar e ainda brincar um pouco no arcade!

Elas se divertiram em tudo
trenzinho que imitava a mina dos anões
cúpulas giratórias semelhantes às xícaras da Alice na Disney
Dinossauros malucos que giram e sobem e descem cantando
E o preferido da loira: bun bun bee

Bun Bun Bee foi o brinquedo preferido da loira, uma fileira de careiras sobe e desce e gira, gira e quando você acha que ta acabando ele gira para o outro lado, tudo isso tocando uma musiquinha chiclete que você nunca mais esquece: bumbum bumbum beee!!!

Loira corajosa
hora de dar tchau para o parque
Mas os japoneses sempre nos surpreendem, o show de luzes de natal estava em todo lugar e aqui as luzem interagem com as crianças

Antes de voltar ao hotel e arrumar as malas ainda passamos no centro comercial próximo para mais umas coisinhas e claro, tentar comprar mais uma mala!

seção de brinquedos, pena que a essa altura da viagem nenhuma delas tinha cota para comprar mais nada!
E a chuva na nossa despedida de Tóquio.

Rafael ainda teve que voltar na Donki próxima do hotel para comprar cadeados e mala durante a noite, e assim podermos fechar todas as bagagens para nossa volta ao Brasil que se iniciaria no dia seguinte, com uma escala novamente em Londres.

Ao contrário da ida de Londres para o Japão, onde só tivemos uma conexão de cerca de 1 hora em Londres, agora teríamos mais tempo.  Chegamos de noite em Londres, e só teríamos o voo para o Brasil na manhã seguinte.

Optamos por dormir em um hotel bem próximo ao aeroporto de Heathrow em Londres e assim descansar um pouco melhor dessa viagem longa e também voltar aos poucos ao fuso horário.  Escolhemos o Ibis Styles Heathrow Airport, que fica bem na vizinhança.

Uma dica bem legal para se hospedar perto de Heathrow é que existem alguns hotéis que ficam em uma “área de influência” o aeroporto e que permite utilizar o transporte público (leia-se os tradicionais ônibus double-deckers) de e para o aeroporto sem pagar nada!  Pegamos um ônibus  dentro do aeroporto, falamos que íamos para o Ibis Styles e pronto! Ele  nos deixou bem na porta do hotel.  Apesar da chuva e frio na noite da chegada em Londres , foi relativamente fácil chegar até o local do embarque para o ônibus e chegar ao hotel mesmo com malas e bagagens.  Afinal, vocês que nos acompanham sabem que a gente viaja com bem poucos volumes, para facilitar mesmo nessas ocasiões de embarque e desembarque de transportes.

Cheers ! A mais uma viagem Rota kids Brasil !
Painel no aeroporto
Imagem no banheiro do hotel todo temático com tema de aviação e aeroporto tendo em vista a proximidade do mesmo

Até tínhamos pensado em ir ao centro de Londres e tentar fazer alguma coisa.  Bia ainda quer ir na London Eye, porém ela fechava às 21h este dia, não dava tempo.  Além disso, o cansaço acumulado bateu, e acabams sem pique de tentar alguma coisa mais aventureira.

O jantar então foi no restaurante do próprio hotel mesmo, ribs com onion rings e hamburger, para não nos estendermos muito e descansar para mais um longo voo de 12 horas no outro dia até o Rio de Janeiro.

Ribs e onion rings
burger para ela

No dia seguinte, novamente pegamos o ônibu gratuitamente para o aeroporto.  A surpresa ao chegar na área internacional do aeroporto para embarque foi a loja com artigos de Harry Potter, isso deixou a pequena doida.  Ela queria tudo e de tudo um pouco, mas a cota já era. Ainda bem que ela tem pais bonzinhos e acabou trocando tarefas por presentes.

Impossível resistir!!

Enfim a viagem chegava ao fim definitivamente, cultura, arte, diversão, pop música, natureza tudo junto na viagem dos sonhos deles e de muitos, e para todos nós ficou aquele gostinho de quero mais.

cara de quem já está planejando a volta ao Japão
só eu fico cansada?

 

No mais, até logo, sayonara, e …

See Ya!

Dicas deste post:

  • O Japão é um destino bem afastado, mas não precisa ser muito caro! No próximo post, vamos falar o quanto economizamos com nosso planejamento de viagem, e como a Rota Japão acabou custando o mesmo que ir para a Europa.
  • O Tokyo Dome City é um parque com atrações para todas as idades, e bem barato.  O adulto não precisa pagar, se não quiser ir em nenhuma atração.
  • Mas recomendo fortemente ir pelo menos da roda gigante e no Sky-Flower!
  • Sobre malas:  compramos uma mala da marca japonesa Legend Walker – excelente, super bem acabada e no nível das Samsonites mais caras.  Se encontrarem uma bagagem Legend Walker por aí, saiba que é uma marca conhecida no Japão e recomendada.
  • Novamente reforço que o Japão tem lojas gigantescas.  Deveríamos ter deixado um dia exclusivamente para compras.
  • Pesquise a “Heathrow Free Travel Zone” caso queira se hospedar perto do aeroporto.  Dá para economizar um dinheirinho (em libras, tudo sempre é caro…)
  • Em termos de jet lag, a volta do Japão foi bem melhor que a ida.  A parada em Londres ajudou bastante a regular o sono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *