Miami Zoo [Rota miami: day 8]

(Este post continua nosso relato da nossa viagem a Miami e redondezas, em Agosto de 2017)

Olá viajantes! Continuando nossa rota Miami 2017, o dia será de mais bichinhos no Zoo de Miami, o mais antigo da Flórida e o único sub-tropical dos Estados Unidos.  O Zoo possui uma grande variedade de animais asiáticos, africanos e da Oceania também.  É sempre um bom passeio em família, mas lembre-se sempre que é um passeio para o dia todo e, no calor, sempre é bom levar boné e água para hidratar o tempo todo e usar um calçado confortável pois anda-se muito e por muito tempo.  Veja só o tamanho do parque no mapa abaixo!

Mapa do Zoo com as áreas definidas dos continentes

A divisão por continentes interessou às pequenas filhotes de nerd, que estavam estudando os continentes da África (Beatriz) e Oceania (Isabel) nos projetos da Cultura Inglesa na escola.  Elas acabaram dando até uma aula de animais em inglês para nós!

Beatriz apresentando os animais africanos: Elefante
Pobre gorila cansado depois da apresentação, aqui como no safári tem uma programação e horários de apresentações dos animais e alimentação deles.
Ops alguém deixou o rabo de fora aqui. Coitado do Dragão de Komodo! O sol estava muito quente mesmo, compartilho desse sentimento, tamo junto!
Também abrigada numa sombrinha, dona Leoa descansando.
Ah que inveja desse elefante!

Se observarem no mapa acima, verão que tem pontos de recreação infantil e para nos refrescarmos, mas ainda estava tãaaooo looongeee!  Mesmo assim, paramos no Oásis para tomar alguma coisa.  Aqui também tem o esquema de comprar o copo e depois só pagar o refil de refri por cerca de 1 dólar.   A água é gratuita, tem bebedouro pelo caminho para encher os copinhos dos viajantes sedentos!

Resolvemos continuar nossa aventura pela Oceania e Amazonia e só depois nos refrescar! Agora a Bel ia dar a aula entre os Koalas, que não quiseram dar as caras e ficaram de costas!

Fala sério Sr. Koala?
Bebel mostrando as aves da Oceania: Emu um parente do avestruz e da Ema
Quelônios gigantescos que nem cabem na foto!

E depois, os jacarés!  O Zoo tem uma interação grande com os animais.  Por exemplo, no viveiro dos jacarés tem uma ponte de corda, em que você passa bem em cima deles, se tiver coragem!

quem se aventura a travessar essa ponte? Beatriz vai até de olhos fechados! O que tem nesse lago?
Nada de mais só os jacarezinhos!!

No viveiro das lontras, outra surpresa! Um escorregador de acrílico que passa no meio do lago! Dá para ver os bichinhos bem de pertinho!

Bebel e a diversão Donnici!

E o grande urso pardo, bem de pertinho! O viveiro tem um monte de túneis, onde você consegue ver o bicho (e ele ver você!) de uma maneira especial!

urso bem pertinho, do outro lado do vidro!
Urso vendo a Bel, e a Bel vendo o urso

 

Em seguida, fomos para uma área com ar condicionado! Era a Floresta Amazônica, cheia de bichinhos pequenos mas perigosos!

Yo Joe! Os entendedores entenderão. Easter egg dos comandos em ação.
Cobras venenosas ou não
Aranhas enormes para assustar a vovó
Sapinhos pequenos mas nem sempre inofensivos

O Sapo Azul!

O Rafael inventou uma história (impublicável de tanta porcaria rs) sobre o Sapo Azul.  Pois bem, não é que encontramos o bichinho no Miami Zoo?  As meninas custaram a acreditar!

ele existe mesmo papai?
O sapo Azul ou o Blue Poison Dart Frog, encontrado na América do sul especialmente no Suriname, o espanto das meninas se deu pois o pai inventou uma história para elas dormirem cujo personagem principal era um sapo azul comilão e escatológico.

E os bichos nojentos continuavam!  Mais adiante um viveiro cheio de baratas selvagens. Eeeeeeca!!!

Eeeeeca!!!

 

Sapos e pererecas!
Um aquário gigantesco com enormes espécies de peixes amazônicos e um vovô admirado!

Morcegos

Outra área que fez muito sucesso foi a dos morcegos! Tem dois viveiros de morcegos, um de cada lado do caminho, e um tubo de acrílico conectando as duas partes, bem acima das pessoas.  De vez em quando passa um morcego pelo tubo de um lado para o outro, assustando a galera!  Bem criativo! Tentamos tirar fotos mas foi difícil.  Dá pra ter uma idéia de como é neste vídeo aqui.

Brincadeira na água

Depois de muitas atrações finalmente deixamos as meninas, e as outras crianças do grupo se divertirem e se refrescarem um pouco.  O calor é demais na Flórida nessa época do ano, por isso na maioria dos parques encontramos sempre áreas para refrescar e curtir com chafarizes e chuveiros refrescantes.

Kids being kids playing with water
A gente entra de roupa e tudo, depois vemos como fica
A força da loira

Passamos o dia praticamente todo no Zoo que, como vocês viram, é bem extenso.  Depois de um passeio cansativo como esse, mas muito divertido , voltamos ao hotel para descansar um pouco, tomar um banho  e depois fazer uma boquinha.  Resolvemos jantar em um dos restaurantes de lagosta e frutos do mar mais conhecidos: Red Lobster. Só o vovozão não aguentou mais bagunça por hoje, acho que é a idade chamando!  Perdeu uma ótima refeição.

Fachada do restaurante
Crabs e lagostas com arroz e legumes
Patinhas de caranguejos com talharim na manteiga e batata recheada

A Bebel foi visitar o enorme tanque de lagostas e até tirou foto com uma.  Na saída a lagosta “dela” não estava mais lá.  Ela ficou meio triste e disse que devia já estar na barriga de alguém…

Uma coisa que sempre tem que lembrar e que não falamos muito é que a porcentagem do garçon é maior quando estamos em mesas grandes (normalmente a partir de 7 pessoas, o que nessa viagem era comum), aqui varia dos 10% pra 12% a 15%, mas sempre somos muito bem atendidos com muita cordialidade e educação, portanto pagamos as gorjetas com gosto!

Well, por hoje é só pessoal!

See ya

Dicas deste post:

  • O Zoo Miami é excelente para ver bichos que normalmente não vemos por aqui.   Se tiver restrição de tempo, vá para a área da Oceania ver os bichos mais “difíceis”.
  • Bizarramente, a coleção amazônica deles é muito melhor que a que vemos nos nossos zoos…
  • Este Zoo é para brincar.  Todos os principais habitats tem alguma interação para as crianças – escorregas, tobogãs, etc.  o que faz ele muito divertido!
  • Confira sempre as promoções no site do Zoo Miami para ingressos bem mais em conta que na bilheteria.  Compramos um passe de verão que dava direito a quatro parques por um preço imbatível.
  • Fomos em agosto, sol quente demais.  Hidratação, boné e filtro solar sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *