God save the Queen! [Rota Kids realizando sonhos, dia 9]

Hoje é dia de ver a troca da guarda no Palácio de Buckingham!

A troca da guarda é a cerimônia que marca a mudança de um regimento do Exército Britânico por outro, nas tarefas da guarda da Rainha.

Em janeiro, a troca acontece segundas, quartas, sextas e domingos e a movimentação já começa às 10:00. Os soldados saem do Palácio de St. James e marcham até o Palácio de Buckingham onde, em uma cerimônia de 45 minutos, realizam a troca de guardas entre os Palácios.
Chegamos bem cedo para pegar um bom lugar e tirar fotos legais sem a multidão que costuma vir a esse tipo de evento.

DSC04330
Foto da família diante do Palácio de Buckingham
DSC04335
É, mas tivemos que esperar um bocado!

Ficamos bem de frente ao portão principal do Palácio no chafariz da Rainha Vitória. E enquanto esperávamos…

 

DSC04353
Fez o pedido e jogou sua moeda na fonte

A cerimônia começaria às 11:00 mas desde 10:00 as movimentações e interrupções do trânsito começaram a ser realizadas pois os soldados saem do Palácio de St. James numa marcha orquestrada.
Assim como tudo é feito com a pontualidade britânica, aqui literalmente, a troca da guarda parece coreografada magistralmente, como uma dança dos soldados de penas azuis e os de penas vermelhas. É, foi assim que as meninas descreveram a cena.

DSC04363
A banda vem marchando escoltada por cavaleiros da polícia
DSC04370
E a marcha da guarda montada
Guarda montada a caminho de Horse Guards
Guarda montada a caminho de Horse Guards
DSC04402
Os soldados de penas azuis
DSC04418
depois da troca a banda retorna escoltada e escoltando os soldados para o Palácio de St. James

A frustração das meninas foi não poder ver a Rainha ou a Princesa Kate, mas acho que conseguimos explicar a elas o porquê de tudo isso e o quão ocupadas estariam Sua Majestade e a Princesa.

O dia ainda iria reservar visita a mais lugares históricos para a realeza. Saindo dali fomos em direção à Abadia de Westminster, local de grandes acontecimentos incluindo as coroações dos monarcas britânicos.

DSC04450
Olha só por quem passamos no caminho. O Big Ben. O relógio mais famoso do mundo que nunca se atrasa!
DSC04464
Catedral gótica de Westminster

Logo na entrada você pode pegar um guia eletrônico na língua que você preferir, e fazer uma visita guiada e muito bem explicada com até vídeos que te ambientam no tempo das imagens e pessoas que estão sendo mencionadas no texto. A Abadia foi construída por volta de 1050 pelo então rei Henrique III em honra a Eduardo, O Confessor, e sofreu muitas mudanças ao longo dos séculos, incluindo a adoção do estilo gótico e a construção no século XVIII das duas torres. Foi palco de muitos casamentos reais e inúmeras coroações de monarcas, inicialmente feitas sem a presença do povo , o que mudou com a atual monarca cuja coroação foi a primeira a ser televisionada e assim,  de certa forma, o povo viu a coroação de sua Monarca.

Enquanto estávamos lá pudemos assistir a uma missa Anglicana, feita de maneira simples e especialmente para os visitantes.  O sacerdote orou por todas as pessoas e convidou a comunhão quem assim desejasse e fosse de acordo com suas própria religião.  No final, ele nos cumprimentou e perguntou de onde nós éramos, quando dissemos Rio, abriu um sorriso e disse já ter visitado nosso país.  Saímos de lá abençoados!

Dentro da Abadia não se pode tirar muitas fotos até porque a visita é muito dinâmica mas conseguimos algumas.

Jpeg
Os famosos Vitrais
Jpeg
Interior de uma das capelas

Muitos monarcas e nobres foram ali sepultados, mas também estão sepultados ali personalidades como o famoso físico inglês Sir Isaac Newton e o escritor e naturalista britânico, autor da Teoria de Seleção Natural, Charles Darwin.

Almoçamos ali mesmo no restaurante do complexo do mosteiro.

Jpeg
Sanduíche de rosbife e salada
Jpeg
Carne grelhada com massa e molho pesto

Saímos dali e fomos realizar mais alguns sonhos.
Pertinho da Abadia, está o parlamento e o famoso Big Ben.  Passamos pertinho na hora cheia, e ele badalou com um som muito agradável e, claro, pontualmente.

Big Ben
Big Ben

Seguimos em frente, desta vez para andar no famoso ônibus de dois andares.  Passamos em frente à 10 Downing Street, residência oficial do Primeiro Ministro.  Por questões de segurança, o local encontra-se todo gradeado e com policiais, não dando mais para tirar uma foto na famosa porta…

Em meio a discussões de qual era o ônibus correto para irmos até o Britsh Museum, encontramos…

DSC04475
Mais um Soldado montado, e segurando a loira que queria colocar a mão no cavalo

Sim, a guarda montada, no Horse Guards building!  Aqui, soldado e montaria prestam guarda.  Inacreditável ver um cavalo paradinho assim.  Na foto acima, o que está escrito é:

Beware! Horses may Kick or byte! Thank you!
(Cuidado! Os cavalos podem dar coices ou morder! Obrigado!)

Isabel, que nem se ligou na placa, saiu correndo e fez carinho no cavalo, para nosso desespero e o do guarda montado, que tentou manter a compostura.  Mas o cavalo foi bonzinho e manteve também a pose.  Ufa!

Seguimos procurando o ponto do ônibus mais próximo que nos levaria ao Museu. Quando planejamos a viagem, cogitamos fazer os trajetos de metrô, então não pesquisamos a fundo as rotas e trajetos dos ônibus, mas uma busca rápida e conseguimos saber o que precisávamos. O único problema eram ainda as interdições no entorno, por conta ainda da troca da guarda. Demorou um pouquinho, mas conseguimos realizar o desejo delas de andar no ônibus de dois andares. E claro, tem que sentar em cima né?!

DSC04482
Felizes na janelinha do ônibus de dois andares
DSC04485
Vista da praça….. do trajeto do onibus

Existem diversas linhas e passes do ônibus, mas pudemos usar o mesmo Oyster Card que usamos no metrô pra pagar o ônibus, cada passagem paga um adulto e uma criança, prático e rápido!

E assim chegamos já de tarde no Museu Britânico, teríamos pouco mais de duas horas para a visita, então novamente vamos priorizar os sonhos. Primeiro como não podia deixar de ser, vamos às múmias.  Essa família tem uma coisa com o Egito!

DSC04496
Enfim muitos Sarcófagos!
DSC04499
E a múmia de verdade
DSC04505
Isabel e a múmia. “Como a do Halooween!”

Beatriz superou a frustração que teve no Louvre, onde só tinha uma única múmia, e pode ver diversas! Saiu de lá realizada!

Segunda parada, Pedra da Roseta! Onde tudo começou?!
A Pedra da Roseta foi a peça essencial para permitir a leitura dos hieroglifos.  Escrita em três idiomas (egípcio antigo, demótico e grego) foi levada pelas tropas de Napoleão para a Europa.  Em 1822, Champollion anunciou a descoberta da tradução do texto, que abriu caminho para a leitura de diversos outros hieroglifos.

DSC04537
O início de toda a escrita e de toda a História
DSC04540
a pedra

Vencida a seção egípcia, seguimos pelas alas de civilizações antigas: Assírios, gregos, até um Moai da Ilha de Páscoa.

DSC04562
Detalhe de templo assírio, transportado para o museu
DSC04552
O Moai, igual ao do filme Uma Noite no Museu.
DSC04564
Mais detalhes do templo Assírio – caçada aos leões
DSC04571
Partes de estátuas dos Deuses gregos no templo das Nereidas
DSC04575
Parte dos adornos do Parthenon saqueado pelos Ingleses
DSC04585
Muitas peça são realmente incríveis pela beleza e valor histórico. Deus de Sagitário o Centauro

É claro que não conseguimos ver nem um décimo do Museu em tão pouco tempo e fomos praticamente expulsos do lugar que fecha pontualmente as 17:20.

Bebel ficou com medo de ficar presa no Museu e ficar junto com as peças tomando vida como no filme , Uma noite no Museu 3.

– Tenho medo dos Leões – ela disse, assustada com a possibilidade de as enormes estátuas tomarem vida e correrem atrás dela. Imaginação infantil de loira!

DSC04618
Imagem da fachada do Museu Britânico

Conseguimos sair do Museu antes do acervo ganhar vida. Ufa!

A noite foi chegando e com ela mais frio, hora de procurar nosso destino para o jantar. O restaurante escolhido pra hoje foi o Nando’s, culinária específica de frango e muito bem recomendado.  Foi uma ótima pedida, pois o ambiente era super acolhedor, boa comida, bom preço e agradou a todos!

Jpeg
E o franguinho que estava aqui? Donnicis comeram!

See Ya

Dicas deste post:

  • Chegue com pelo menos 1 hora de antecedência para ver a troca da guarda.  Ficamos no chafariz da rainha Vitória, uma posição mais elevada e deu para ver bem a cerimônia.  
  • Confira os dias da troca da guarda aqui.
  • A visita à Abadia de Westminster é meio cara, mas vale a pena.  A estrutura para receber os visitantes é impecável, o audioguia muito bem produzido e o restaurante também é saboroso.  
  • O restaurante da Abadia tem pratos de crianças, que são gratuitos se acompanhados de um adulto.
  • É possível andar facilmente do palácio de Buckingham até a Abadia, até o Parlamento/BigBen, 10 Downing Street entre outros pontos turísticos importantes.  Program-se para fazer estes pontos no mesmo dia.
  • Se estiver com pouco tempo no British Museum, pegue o guia na entrada e veja os pontos coloridos.  Eles são as peças e exibições que a curadoria acha mais relevantes.
  • O Nando’s é uma cadeia de restaurantes de origem portuguesa e que servem pratos de frango com um tempero especial.  Procure um no seu caminho e não deixe de ir.
  • Apesar do metrô ser muito prático, pegue um ônibus Double Decker pelo menos uma vez.  Faz parte da atmosfera de Londres.

3 pensamentos em “God save the Queen! [Rota Kids realizando sonhos, dia 9]”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *