Sacre Coeur, Museu da Guerra e Napoleão [ Rota Kids realizando sonhos, dia 6]

O dia não começou muito bonito, com névoa e frio, porém nossa aventura começaria cedo como sempre e precisávamos nos preparar, com um bom café da manhã no hotel. Com direito a ovo quente, coroissants e madeleines!  A Isabel se divertiu preparando o ovo, nessa máquina:

Jpeg
você mesmo pode preparar seu ovo nessa “máquina” na consistência que desejar deixando cozinhar por 3, 6 ou 9 minutos. Tudo explicadinho, em francês é claro!
Jpeg
A diversão começa pelo café da manhã, cozinhar os ovos
Jpeg
Enquanto o tempo passa, completamos o café com suco, Coroassants e madeleines. Sem deixar de vigiar o tempo do ovo.

O dia hoje era reservado a Montmartre, onde iríamos visitar a famosa Igreja Sacré-Coeur de Paris e ver a cidade Luz por outro ângulo, do seu ponto mais alto.  A nossa idéia foi ir a pé mesmo, a caminhada não era grande do hotel até lá.

Jpeg
+ O dia ainda amanhecendo preguiçoso e nos brindando com paisagens e imagens maravilhosas!

Uma caminhada pelas lojas ainda fechadas e algumas já em Montmartre abrindo para receber os turistas e oferecer uma infinidade de lembrancinhas.  Isabel eventualmente se distrai na rua e quase atropela alguns fradinhos.

Jpeg
Ó o palito!!!

JpegFachada magistral da basílica do Sagrado Coração de Paris

A igreja fica no alto do morro, então pegamos o plano inclinado para subir e descer, pois subir a pé no frio já era demais né?

Jpeg
subida íngreme do plano inclinado

No entanto, quando você vê a cidade lá de cima, mesmo que parcialmente encoberta por névoa, é gratificante!

DSC03874
Paris vista do alto de Montmatre (clique para ampliar)

Como muitas das basílicas históricas, a arquitetura do local é de tirar o fôlego, as pinturas, vitrais e objetos sacros voltam o olhar para a religiosidade e grandiosidade de Deus. As meninas gostam de fazer suas observações, orações e acender uma vela em cada igreja que visitamos.
O contraste entre a gótica Notre Dame e a Sacré-Coeur inspirada na arquitetura romana e bizantina era visivel, e nao passou despercebido para as pequenas.

 

DSC03864
Altar majestoso, detalhe na pintura da cúpula.
DSC03856
Imagem de Jesus no sagrado coração
DSC03863
Pia batismal

Na saída, passamos em uma lojinha de souvenirs, bem em frente à Sacré-Coeur – apesar da localização, os preços estavam bons e compramos mais umas lembrancinhas.

Logo que subimos, vimos que havia um carrossel enorme aos pés do Montmartre. Elas adoram carrosséis!  Prometemos que elas iriam no retorno da visita à basílica, e assim foi… Crianças devem ser crianças!

DSC03895
Be-ATRIZ e sua performance de cavaleiro do carrossel
DSC03896
Isabel radicalizando e rodopiando no carrossel. Alguém se habilita a acompanhar? Eu não!

Visita feita, pedidos, agradecimentos e orações elevadas ao sagrado coração, algumas voltas no carrossel, e la fomos mais uma vez tentar visitar o Museu do Exército, o Musée de l’Armée.  Local de muitas Histórias marcantes e que hoje, além de abrigar grande acervo de objetos de guerra, armaduras medievais, vestimentas, armas usadas nas mais diversas guerras em que a França esteve envolvida, incluindo a Primeira e Segunda Guerras Mundiais, é um palacete onde repousam os grandes heróis de guerra da França.

Vista do Pátio Interno dos Invalides.  Ao fundo, o Dome dos Invalides, onde fica o túmulo de Napoleão.
Vista do Pátio Interno dos Invalides. Ao fundo, o Dome dos Invalides, onde fica o túmulo de Napoleão.
DSC03903
A diversão começa na compra dos ingressos, Bebel Bonaparte
DSC03961
Itens valiosos e históricos mostram a evolução da indumentária de guerra

O Hôtel National des Invalides, ou Palácio dos Inválidos, foi construído a mando de Luís XIV, em 1670, para abrigar os inválidos dos seus exércitos.     A aventura histórica começa pela sala das armaduras, são centenas delas, de todos os tamanhos, épocas e também de etnias diferentes. Sim, havia algumas de soldados chineses e japoneses.

DSC03949
Armaduras de soldados do império do sol
DSC03930
Armadura de diversas épocas e tamanhos

As meninas gostaram das armaduras feitas para crianças – normalmente eram de filhos da nobreza ou realeza, que desde cedo recebiam treinamento marcial.

DSC03938
‘Esse soldado era anão?”Muitos príncipes eram treinados desde bem pequenos
DSC03956
Armas de vários calibres, que são verdadeiras obras de arte raras. Uma riqueza de detalhes e preciosidades.
DSC03968
Uma coleção inigualável de armamentos e meios de locomoção de guerra
DSC03971
Vestimenta do oficial alemão da segunda guerra

E como explicar para elas, sem dar uma completa aula de história, o porquê das guerras e das diferenças e da importância que esses objetos e homens foram para a França e para o mundo?  Afinal, se pararmos para pensar já é difícil para nós entendermos, mas ver a História ajuda a entender e torna cada sala mais interessante, curiosa e espetacular. Passear pelo passado bélico de uma nação outrora gloriosa e poderosa, e que por vezes foi derrotada, caiu e se levantou de maneira esplendida. Temos mesmo que nos maravilhar e reverenciar a cultura desse país!

Foi uma pena não termos podido entrar na sala da primeira guerra mundial pois estava em manutenção. No entanto a visita aos Inválidos ainda nos guardava mais e mais coisas interessantes e história para contar.

Aproveitamos para almoçar no restaurante do complexo dos Invalides.  Ainda tínhamos uma parte importante para visitar, não fazia sentido sair do complexo e depois voltar.  No fim, a comida acabou sendo ótima!

Agora, era hora de visitar o túmulo do Imperador Napoleão Bonaparte e família. Sim Napoleão segundo e José Napoleão da Itália também estão ali guardados, na Catedral de Saint Louis des Invalides.  Uma beleza com esculturas e arquitetura incomparáveis!

DSC03986
Teto abobadado de espetacular riqueza de detalhes ouro e afrescos
DSC03988
Uma das maravilhas artísticas da  capela “fúnebre”de les Invalides
DSC03991
Túmulo de Napoleão Bonaparte – note que todos os anjos(as “vitórias”, representando as conquistas de Napoleão) estão tristes e olhando para o túmulo do Imperador.
DSC03995
Detalhe das  “Vitórias”
DSC03997
Outros oficiais importantes mortos em guerra também estão aqui enterrados e homenageados pelos atos em vida e por defender a Pátria francesa (Marechal Foch)

Em 1804, a capela dos Invalides recebeu uma das primeiras cerimônias oficiais, dentre muitas que ainda iria receber: a primeira entrega das condecorações da Legião de Honra, por Napoleão Bonaparte. O Hotel des Invalides ainda acolhe  uma centena de reformados e inválidos dos exércitos franceses e sua administração está a cargo do Instituto Nacional dos Inválidos (Institut national des invalides), cuja curadoria e pesquisa história estão impecáveis.

Jpeg
Vista do Museu, com Ela ao fundo. A torre Eiffel! Bia começando a se despedir de Paris

Já era finzinho de tarde, o cansaço bateu e voltamos para o hotel.  Pedimos uma refeição no quarto, que é algo que as meninas também adoram.

E assim começamos a nos despedir de Paris e nos organizar para pegar o EuroStar, trem rumo a Londres, com o coração cheio de recordações e uma certeza de querer voltar à cidade Luz para ver, e rever alguns dos lugares mais encantadores, culturais e históricos do mundo.

See ya!

Dicas deste post:

  • Sacré-Coeur: http://www.sacre-coeur-montmartre.com/portugais/
  • Chegando à base de Montmartre, o funicular fica do lado esquerdo, meio escondido.  O bilhete do metrô serve aqui também.  
  • Atenção nas ruas ao redor da Sacré-Coeur.  Vigie sempre seus pertences, pois o movimento e as ruas estreitas favorecem a ação dos batedores de carteira.
  • Musée de L’Armée: http://www.musee-armee.fr
  • O acervo do complexo dos Invalides é gigantesco.  Aqui também vale focar nas exposições que mais lhe interessam para visitar.  
  • Aproveite a visita para contar um pouco da história da França para os pequenos.  O que as crianças veem aqui, junto com as placas no Arco do Triunfo, começam a completar o quebra-cabeças.
  • Nos Invalides, é legal também falar sobre a derrota de Napoleão na Rússia e a derrota da Alemanha Nazista também na Rússia.  Existem elementos das duas batalhas no complexo e dá para traçar um paralelo. Não brigue com os russos, muito menos perto do inverno!

 

 

4 pensamentos em “Sacre Coeur, Museu da Guerra e Napoleão [ Rota Kids realizando sonhos, dia 6]”

  1. Tudo muito lindo, as meninas aprenderam bastante se divertindo rs, ai que tudo de bom a pose da Bia com cachecol, gosto muito do frio, parabéns pelas postagens,bjs.

  2. Muito legal!!! Tb estive nos mesmos locais quando fui a Paris. O Museu da Guerra eh mesmo fantástico! Parabéns mais uma vez Roberta e Rafael!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *