Rota Kids, realizando sonhos, dia 1: Rio – Casablanca

Começamos hoje mais um relato de viagem.  Como vocês devem ter notado, ficamos duas semanas sem posts por aqui, apenas divulgando algumas fotos a partir de nosso Instagram e no Facebook.

Estávamos em nossa primeira viagem do ano:  Paris, Londres e uma paradinha breve em Casablanca no Marrocos.  Vamos começar?

Saímos logo cedo do Rio de Janeiro.  Nosso voo saía às 9:25 do Galeão (GIG, Aeroporto Internacional do Rio), então saímos de casa por volta das 6h da manhã para não termos nenhum contratempo.  Desta vez, ao invés de irmos de táxi para o aeroporto, resolvemos ir com nosso carro e deixá-lo estacionado lá para a duração da viagem.  A concessionária que opera o aeroporto Internacional montou uma tabela regressiva para as diárias de estacionamento, o que faz com que saísse mais barato ir de carro do que pegar um táxi especial, para viagens com até 15 dias de duração.  Do bairro do Flamengo até o aeroporto levamos 28 minutos.

Tomamos café da manhã no aeroporto e basicamente fizemos hora até o horário do embarque.  Como só levamos malas de mão e o check-in já havia sido feito no dia anterior, foi só descansar e aguardar o embarque.

Jpeg
Esperando o voo e relaxando…

Na área acima, onde esperávamos o voo, todas as cadeiras já possuíam tomadas.  Ponto para o Galeão, a disponibilidade de tomadas nesta área era imensa.

Já airside,ou seja após os procedimentos de passaporte e raio x, tivemos  o primeiro contato com a aeronave que iria nos levar.  Era o boeing 787-8 da Royal Air Maroc, prefixo CN-RGS, que fez o primeiro voo em 21 de junho de 2016.  Ou seja, uma aeronave impecavelmente nova!

Jpeg
o avião!

A aeronave possuía telas de entretenimento individuais de excelente tamanho, boa distância entre os bancos na classe econômica.  Como o voo foi diurno, ninguém dormiu.  Ficamos vendo filmes e jogando jogos no sistema de entretenimento.  Além disso, as meninas ganharam um pequeno kit de viagens que continha um quebra-cabeças, uma caixinha de lápis de cor e uma revistinha de passatempos.  Ponto pra RAM, sabe cuidar dos passageiros mirins.

Jpeg
kit da Royal air marroc para crianças: quebra cabeça
Jpeg
E livro de atividades tudo numa bolsa, super legal!

Chegamos em Casablanca às 20h, no horário previsto.  Como nosso voo para Paris só saía no dia seguinte, a Royal Air Maroc disponibiliza um hotel para seus passageiros em trânsito, bem próximo ao aeroporto.  Havia uma fila beeeem grande na imigração.  Um dos policiais marroquinos, nos vendo com duas crianças, orientou-nos a seguir para o guichê para portadores de necessidades especiais e tripulação, cuja fila, bem menor, era basicamente formada por pessoas com crianças como nós.

Os procedimentos de segurança no aeroporto são um pouco mais detalhistas do que estávamos acostumados.  Após carimbar o passaporte, andamos 20 metros e já havia um guarda para ver se os passaportes estavam devidamente carimbados.  Andamos mais um pouco, mais uma checagem, com Raio-X das malas e revista manual.

A partir daí, nos dirigimos à sala de recepção de passageiros em trânsito da Royal Air Maroc. É lá que você pega o seu voucher com os dados da hospedagem do hotel.  Assim como na imigração, a fila estava bem grande.  Novamente, pelo fato de termos crianças, fomos orientados a ir direto para a sala, pulando a fila.

De posse do nosso voucher, saímos do aeroporto.  Logo na área externa, pegamos a van que nos levou até o Hotel Relax Airport.  Este hotel, junto com o Hotel Atlas (que fica no mesmo local) pertencem à Royal Air Maroc e são dedicados à hospedagem dos passageiros em trânsito.  As refeições também estão incluídas.

Jpeg
Jantar no hotel

Após o check-in no hotel, fomos jantar no restaurante.  A comida era simples, mas serviu ao propósito.  Nisso, já eram quase onze horas da noite.  Nosso voo para Paris no dia seguinte saía às 7h20m, então fomos direto dormir.

Jpeg
vista do quarto do hotel

No dia seguinte, partimos para Paris, aeroporto de Orly.  O desembarque foi bem enrolado… mas falaremos sobre isso  no nosso próximo post.

See ya

Dicas deste post:

  • Se sua viagem começar no Aeroporto Internacional do Rio, vale a pena checar o simulador de valor de estacionamento.  O preço está convidativo para viagens mais longas.
  • Após a privatização, o Aeroporto do Galeão melhorou sensivelmente.  Pode-se tomar o café da manhã sem susto e sem preços abusivos.
  • Ainda sobre o Galeão, há procedimento de imigração automático para adultos sem crianças.  Basta escanear o passaporte e embarcar, sem passar pelas cabines manuais.  Infelizmente, se você tiver crianças na viagem, será necessário passar nas cabines, para mostrar as certidões de nascimento.
  • Já após a imigração, há diversas lojas com diversos produtos “típicos” do Rio e do Brasil.  Pode ser uma boa para aquela comprinha de última hora para os turistas indo embora ou para aqueles que vão visitar algum amigo fora e desejam levar algo que as pessoas identifiquem rapidamente como do Brasil.

7 pensamentos em “Rota Kids, realizando sonhos, dia 1: Rio – Casablanca”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *