Como assim, só com mala de bordo?

Muitas pessoas têm nos questionado como fazemos para viajar apenas com malas de bordo, com duas crianças e para o inverno Europeu.

Como já dissemos aqui diversas vezes, planejamento é tudo, inclusive para fazer as malas. Não sou a pessoa mais organizada do mundo, no entanto costumo pensar bastante em como facilitar a minha vida ao cuidar dos três anjinhos que moram comigo (incluindo o anjo-mor, marido). Então para qualquer viagem, para qualquer lugar eu penso:

  1. Para onde vamos está calor ou frio? Roupas de frio ocupam muito mais espaço, no entanto como não suamos muito podemos usar a mesma roupa mais de uma vez, oque no calor não vai dar.
  2. Quantos dias vamos ficar?  Não precisa levar uma roupa para cada dia, podemos lavar a noite alguma peça preferida.
  3. Estabeleço roupas que podem ser usadas mais de uma vez e combinadas entre si.  Por exemplo, no frio sua-se menos então uma ou duas calças jeans ou de brim grosso, já bastam.  Trocamos as camisas e as roupas de baixo.
  4. Levamos sempre as roupas mais surradas, sabe aquelas que você já estava pensando em aposentar?  Pois daí deixamos pelo caminho e abrimos espaço na mala para possíveis compras!
  5. Evite levar muitas coisas que de fato não vá usar, o essencial apenas!
  6. Atente para medicamentos e cosméticos, em malas de bordo os líquidos permitidos não podem ultrapassar 100ml.

Então vamos exemplificar descrevendo como estamos nos organizando para a próxima rota em janeiro, Paris e Londres! Serão aproximadamente 6 dias em Paris e quatro em Lodres, com escala na ida e na volta em Casablanca no Marrocos, onde o clima vai estar mais ameno devido à maior proximidade do equador.

Levaremos três malas de bordo apenas, e em cada uma colocamos roupas dos 4 pra 4 dias.  Assim, se acontecer algo com alguma das malas, não há perigo de ninguém ficar sem ter o que vestir.  Fazemos isso mesmo quando despachamos malas maiores, mas desta vez vamos novamente com as de bordo.

As meninas não são adeptas da calça jeans, não gostam muito, aperta na cintura… enfim, elas ficam incomodadas.  Então elas levam calças de moleton grosso que usam sobre calças legging.   Cada dia, elas trocam as roupas de baixo, incluindo leggings e camisas, então elas levam uma camisa para cada dia e uma legging para cada dia mais ou menos, 10 dias pode-se levar 8 ou até 6 calças e camisas que dá!

É mais ou menos a mesma conta que fazemos para nós, menos ainda pois as nossas roupas são maiores e podemos e adultos em geral tendem a sujar menos as roupas, será?

E como já disse, levamos algumas peças mais usadas que poderão ser eventualmente descartadas. O sapato vai no pé e é o mesmo para todos os dias, até porque pretendemos assim temos a desculpa maior para comprar calçados!!!

O mesmo acontece com os casacos pesados, cada um leva o seu e é o mesmo durante toda viagem. Sim eu vou com o casaco uva/rosa, vocês não vão me perder, todas as fotos a gordinha de casaco uva/rosa sou eu mesma!

Jpeg
mamãe uva em Bolzano, na Itália em 2015!!

Isabel ainda não tem muito juízo para levar uma mala, então a Beatriz vai levar uma, eu fico com uma e Rafael com outra mala.  Ainda assim, cada um leva uma mochila com itens pessoais, necessaire com itens de higiene e beleza (mulheres), uma muda de roupa de baixo e entretenimento (livro, celular, bonecas ou revistas de passatempo). Os remédios ficarão só com papai e mamãe, todos temos rinite então cada um tem o seu spray nasal com etiqueta com seu nome para não confundir.  O ar condicionado do avião tende a deixar o ar mais seco e as mucosas sofrem muito com isso. Portanto, soro no nariz!  Os remédios são em frascos pequenos que podem ser tomados em gotas ou comprimidos, apenas para eventualidades. Sempre leve no mínimo, algo para dor e febre, enjoo e possíveis dores musculares.

Exitem acessórios que podem ajudar a arrumar melhor sua mala, e técnicas já difundidas pela internet, mas algumas coisas temos que ter em mente.   Especialmente, procure levar roupas que não tenham necessidade de passar, poupa tempo e espaço na bagagem.

Descobrimos os eBags, e nos parecem ser lógicos e práticos, além de não serem caros.  Pretendemos comprar e testar nessa viagem, logo traremos nossa opinião sobre o uso do produto.  Trata-se de bolsinhas que você coloca os “looks”separados e vai tirando conforme necessidade, tem várias cores e tamanhos, assim como quando fazemos a mala do bebê para maternidade e separamos todo conjunto de troca  eu pelo menos fiz isso, ajuda muito quando a enfermeira chega pedindo a roupa para trocar o baby), deste modo não há a necessidade de abrir tudo da mala, desfazer tudo para procurar por exemplo uma meia que tava no fundo da mala, fica tudo junto na mesma bolsinha.  Parece bem prático, mas pode deixar que eu conto tudo depois!!

eBags packing cubes
eBags packing cubes

Outra coisa que usamos muito, especialmente na volta, são os space bags.

Mas de que se trata? Na realidade são sacos, tipo um enorme ziploc, em que você  embala as roupas a vácuo, tirando o ar e reduzindo enormemente o volume.

Muita gente acha que precisa ter um aparelho pra sugar o ar de dentro dos sacos, mas nem todos os modelos tem essa necessidade.  Normalmente utilizamos mais na volta da viagem com as roupas usadas, pois as mesmas são espremidas para retirar todo o ar do saco e desta forma ocupam bem menos espaço na mala.  Os space bags tem tamanhos e marcas diferentes, procure pesquisar.   Vale muito a pena levar um ou dois pelos menos e assim abrir espaço para as compras, que todos adoramos né?

imagem da espace bag
imagem da space bag

Se você procurar na internet verá que o vácuo é produzido com um aspirador de ar mas na falta dele apenas enrole e vá retirando o ar, funciona também basta ter um jeitinho e os modelos do tipo “to-go”, já feitos para não precisar do aspirador.

Espero que tenhamos dado dicas úteis para viajar com malas de bordo, estaremos fora de 10/01/2017 a 22/01/2017, em nossa aventura Paris-Londres, via Marrocos.  Aguardem que contaremos tudinho, e sigam nossa fanpage em que tentaremos postar aperitivos dessa aventura!

See ya!

Dicas deste post:

  • Viajar só com malas de bordo economiza tempo no embarque e no desembarque!  Imagine ser o primeiro na fila de imigração do país?  Já aconteceu conosco. Por não precisar ir pegar mala na esteira, fomos direto e literalmente acordamos o guardinha da aduana em Milão.  Ele ficou espantado como chegamos tão rápido no posto de checagem de passaportes.
  • Você também será o primeiro a pegar transporte para sair do aeroporto.  Dependendo do aeroporto, onde as filas podem ser grandes, isto pode resultar em economia de mais de meia hora.
  • Se você for aos EUA, compre as space bags por lá.  Compramos as nossas na Target.  As mais antigas que temos são de 2012 e ainda estão ótimas.
  • Separe as roupas por dias e nao por membros da família.  Se der zica com uma mala, ninguém fica desesperado.
  • Lembre-se que mesmo com malas de bordo, se o voo estiver muito cheio é possível que peçam para você despachar a mala na porta do avião.  Por isso, sempre colocamos um cadeado em cada mala de bordo, para evitar transtornos.

3 pensamentos em “Como assim, só com mala de bordo?”

  1. Roberta!!!
    Adorei este post! Também faço isso: se a viagem Dutra 10 dias, roupa para 8 dias, mesmo casaco e um ou dois pares de sapato!!!
    Boa viagem!!
    Aguardando informação sobre o ebgas!!!
    Beijos em todos
    Ah! Anjo-mor!!!! Ri muito. Toda mulher tem um não é?!

  2. Roberta e Rafa,
    Estamos aqui nos preparativos: Roupas no sofá e laptop aberto c o seu roteiro do “viajar só com mala de bordo”… Fiquei me sentindo desafiada !!! rsrsrs – E lá vou eu seguir a tua listinha… – Depois conto se deu certo !!! rsrs – boa viagem pra vcs, e estamos no aguardo de novos Posts!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *